Turismo e Lazer

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

O turismo tem-se revelado como uma das indústrias mais dinâmicas a nível mundial, nos diferentes ramos de actividade que o integram,

nomeadamente, a hotelaria, aviação aérea, os aeroportos, os operadores turísticos, etc., quer ao nível dos investimentos realizados, quer em termos de massificação do consumo. No entanto, esta dinâmica tem sido fortemente condicionada pelos recentes fenómenos associados ao terrorismo, verificados um pouco por todo o mundo, que têm afectado de forma mais ou menos directa todos os agentes do sector.

A nível nacional, o aumento crescente do número de turistas e a importância estratégica deste sector, materializada no crescimento das receitas, no número de postos de trabalho que proporciona e nos efeitos multiplicadores que induz em várias áreas, tem levado os agentes económicos, perante a concorrência internacional, a adoptar um conjunto de medidas dinamizadoras, especialmente no âmbito da oferta.

Adicionalmente, o crescente número de destinos e empresas que procuram concorrer e competir nos mercados emissores, o maior nível de exigência dos potenciais turistas e viajantes, associado à enorme facilidade de recurso à informação existente e disponibilizada e à sofisticação dos novos modelos e instrumentos de promoção, comercialização, distribuição e contacto dirigido com o cliente ao nível das grandes corporações da Indústria de Viagens e Turismo ou das empresas especializadas nas diversas actividades do “cluster” Turismo e Lazer, determinam novos e cada vez mais exigentes desafios aos governos, entidades públicas, e empresas do sector, não só em Portugal mas em todo o mundo.

A Leadership tem desempenhado um papel activo junto de diversos agentes do sector através do apoio na elaboração de Planos de Negócio, na transformação organizacional, tendo em vista o aumento da eficiência e da rentabilidade. Adicionalmente, tem prestado serviços de consultoria em unidades hoteleiras no âmbito do desenvolvimento de sistemas de gestão da qualidade e sistemas integrados de gestão, contemplando as vertentes qualidade, segurança, ambiente e segurança alimentar.